Análise de Jogo

Análise: Giants vs Cowboys

Photo by Giants.com

QUE NOITE, MEUS AMIGOS! Quem não assistiu o jogo ontem, perdeu uma grande partida. Não ofensivamente, mas defensivamente. E hoje vamos analisar o que aconteceu! 🙂

O Giants, pela primeira vez desde 2012, ficará com um record positivo na temporada. Já é um começo, né? Hoje estamos 9-4 e em busca dos playoffs.

Porém, o ataque ontem foi pífio. Só teve uma jogada explosiva na partida que foi justamente o touchdown de 61 jardas de Odell. Foi onde tudo começou! Onde o gás foi injetado no time. Mas onde o time brilhou? Onde pecou? Vamos lá!

  • A brilhante e empolgante defesa!

Os grandes vencedores dessa partida foram os jogadores da defesa. Vamos ao óbvio primeiro: a defesa ganhou esse jogo. Paramos o melhor ataque da liga esse ano e mostramos do que somos capaz.

O Giants conseguiu turnovers decisivos para a vitória: duas interceptações de Dak Prescott (primeira vez na carreira que isso acontece), sackamos o QB 3 vezes e o deixamos com um rating de 45.4 no final do jogo. Prescott não estava acostumado com o que a defesa do Giants fez com ele: travou todos os receivers e parou o jogo corrido com exatidão.

Os três jogadores adquiridos na free agency jogaram muito – o melhor jogo de cada um deles com a camisa do Giants. Se você tinha dúvida se o dinheiro gasto valeu a pena, assista o replay dessa partida.

Olivier Vernon jogou muito bem contra Tyron Smith com 8 pressões no QB, um sack e várias bolas desviadas. Damon Harrison parou com maestria tudo pelo meio, com 4 tackles e um com grande perda de jardas.

Mas a estrela do jogo foi Janoris Jenkins. Simplesmente anulou Dez Bryant (1 recepção para 10 jardas e um fumble), forçou fumble, fez interceptação e conseguiu uma ótima cobertura para nos garantir a vitória.

Quando perdemos JPP para o resto da temporada, muito se falou que a defesa iria desmoronar. Mas o Giants achou uma maneira de suprir sua falta e fazer um belo trabalho com Romeo Okwaraque conseguiu seu primeiro sack da carreira ontem.

Devon Kennard, algumas vezes criticado por muitos torcedores, fez o seu melhor jogo da carreira. Ficou com 5 tackles, um sack e parecia estar em todos os lugares do campo quando o time precisava dele. E finalmente: paramos Jason Witten para 4 recepções e 26 jardas e seguramos Ezekiel como nenhum time tinha segurado até agora.

  • O ataque pecou e muito!

A defesa ganhou o jogo, mas o ataque tentou de tudo para perder a partida.

No primeiro tempo do jogo, o Giants parecia que não estava em campo ofensivamente: uma OL de dar desgosto e desespero, Ereck Flowers praticamente inexistente na proteção e nada funcionava. Estava triste! Aliás, vale reforçar o PÉSSIMO jogo que fez Flowers. Se ele não melhorar urgentemente, precisamos ir atrás de alguém consistente para colocar no lugar, porque olha…

De alguma maneira, isso mudou no segundo tempo. Mas, tirando a recepção explosiva e a corrida para 61 jardas e o touchdown de Odell, não produziram nada. Nadinha mesmo!

O jogo terrestre é quase nulo, mas conseguimos algumas corridas importantes que levaram o time para frente e fizeram nos posicionar melhor em campo.

  • E quem disse que FG não ganha jogo?

Se parar para pensar, o FG convertido de Robbie Gould fez toda diferença. Afinal, os Cowboys perderam o que tentaram e o placar foi exatamente a diferença entre um FG feito ou não. Ainda bem que estamos acostumados com o frio, não é mesmo? 😛

No final das contas, conseguimos segurar o time de Dallas, fizemos um bom trabalho defensivamente e carregamos o ataque para uma vitória importantíssima para nossa ida aos playoffs. Foi um jogo TENSO, mas muito bom de assistir.

“Ganhar é muito bom. Mas ganhar dos Cowboys é melhor ainda!” – Galvão Bueno.

Se a defesa continuar fazendo esse trabalho e o ataque encaixar… Meus amigos, SEM CLUBISMO… Super Bowl é uma possibilidade. Agora se continuarmos dormindo ofensivamente, não vamos muito longe. O que vocês acharam da partida? Comentem aí! 🙂

Placar Final: New York Giants 10 vs 07 Dallas Cowboys
*Melhores momentos, aqui.

  • Marcus Fenix

    Não só o Ereck Flowers teve um jogo pífio, talvez o Eli Manning tenha sido até pior! Meu Deus… Eu defendia o Eli até ontem, mas ontem ele provou pra quem não acredita que ele tem insanidade!!!

Shares