New York Giants

De que forma as trocas da Trade Deadline afetam os Giants?

Photo by AP

A data limite para trocas entre times da NFL (Trade Deadline) foi nesta terça-feira, às 18h de Brasília. Algumas trocas que ocorreram foram surpreendentes, como a ida do QB Jimmy Garoppolo dos Patriots para os 49ers ou a troca entre Eagles e Dolphins pelo RB Jay Ajayi. Os torcedores do New York Giants aguardavam ansiosamente para ver se o time realizaria alguma troca, o que não ocorreu. Mas a movimentação do mercado pode influenciar na estratégia do Big Blue para o próximo ano.

De olho nessa questão, vamos analisar três grandes trocas que ocorreram e poderiam estar diretamente ligadas aos Giants:

  • LT Duane Brown do Houston Texans para o Seattle Seahawks por uma escolha de quinta rodada no draft de 2018, uma de segunda rodada do draft de 2019 e o CB Jeremy Lane

Esta era talvez a troca que mais os torcedores do Giants queriam. Trazer Duane Brown para New York seria um grande upgrade para a linha ofensiva e para o questionado Ereck Flowers. Mas aqui temos duas situações: Primeiro que pelo que foi envolvido na troca, dificilmente o GM Jerry Reese faria proposta igual. A segunda situação é de que se Reese puxasse o gatilho nessa troca, estaria admitindo que errou em manter Flowers e não reforçar a OL durante a offseason, algo que provavelmente colocaria um ponto final em sua passagem pelo time. Desta forma, esta troca estava marcada para não acontecer desde o início.

  • QB Jimmy Garoppolo do New England Patriots para o San Francisco 49ers por uma escolha de segunda rodada no draft de 2018

Esta troca não interessa ao New York Giants diretamente, mas pode afetar o planejamento do time para a próxima temporada. Caso Garoppolo confirme as expectativas de ser um Franchise Player, os 49ers poderiam melhorar sua campanha nesta temporada e fazer com que o Big Blue, atualmente com a terceira escolha geral, suba para a segunda escolha geral, mantendo-se a campanha desastrosa que vem mostrando.

Isso colocaria o time em uma posição inesperada de poder escolher um top QB no próximo draft. Levando-se em consideração que exite a possibilidade do Cleveland Browns apostar no QB Deshone Kizer como futuro da franquia, o GM Jerry Reese pode acabar na posição de poder escolher o futuro substituto de Eli Manning que desejar. Acredito ainda não ser a hora de escolher um QB, por acreditar que Manning ainda tem muito combustível para queimar, porém é inegável que existe aqui uma oportunidade que pode não aparecer novamente tão cedo.

  • RB Jay Ajayi do Miami Dolphins para o Philladelphia Eagles por uma escolha de quarta rodada do draft 2018

Esta é uma trade que deixou todos com uma pulga atrás da orelha. Como a Internet não perdoa, já surgem vários memes indicando que o time de Philly teria praticado um assalto contra os golfinhos. Muitos torcedores dos Giants questionaram o porque do time não ter entrado nessa negociação, sendo que o valor poderia ser considerado baixo em relação à qualidade inegável de Ajayi. Mas vamos analisar friamente a situação: primeiro, nenhum time na NFL é inocente. Eles fazem isso a anos e não cometeriam um erro bobo de ceder um grande jogador a preço de banana.

Não estamos no dia a dia do time para saber, mas tudo indica que algo com Ajayi não está certo. Talvez uma lesão crônica nos joelhos que podem indicar um fim de carreira prematuro. Ou mesmo algum fator extra-campo. Verdade seja dita, mesmo os Eagles estão a par de algo que não sabemos. Já disseram que vão manter LeGarrette Blount como o principal RB e provavelmente estão trazendo o ex-Dolphins num esforço de fazer uma corrida pelo primeiro Superbowl da franquia, para depois se desfazer do jogador assim que ele começar a “falhar”. Somente o futuro dirá o que virá a seguir nessa história.

Shares