Na memória

Na memória: Giants vs Eagles

Photo by Getty Images

The Meadowlands, 7 de Janeiro de 2001. New York Giants e Philadelphia Eagles se enfrentariam em partida válida pela segunda rodada dos playoffs da NFL.

Tendo sofrido apenas quatro derrotas na temporada regular e se firmado na primeira colocação da NFC East, os Giants vinham de cinco vitórias consecutivas, todas na temporada regular, pois o time havia conquistado o direito de não jogar o Wild Card. Já os Eagles, que sofreram uma derrota a mais na temporada, vinham para a partida com três vitórias consecutivas, sendo uma delas diante do Tampa Bay Buccaneers (21-3) no Wild Card. Uma das rivalidades mais antigas da bola oval, a partida tinha todos os temperos para ser emocionante.

Em busca da terceira vitória sobre os Eagles na temporada, já que os Giants haviam vencido nas duas oportunidades na temporada regular, New York começou a partida de forma sensacional. O kickoff foi dado pelos Eagles, David Akers num chute de 67 jardas. No retorno, o então rookie Ron Dixon correu para 97 jardas e touchdown. Com o extra point cobrado por Brad Daluiso, os Giants lideravam por 7-0. Depois de várias jogadas mal sucedidas de ambas as equipes, os Eagles iniciariam mais uma campanha. Numa segunda para 6 na linha de 24 jardas do campo de defesa, o quarterback Donovan McNabb lançou para o wide receiver, que foi tackleado pelo safety Shaun Williams na linha de 34 jardas, sofrendo o fumble, que foi recuperado pelo cornerback dos Giants, Dave Thomas. Depois de passes do quarterback Kerry Collins para Tiki Barber e corridas de Ron Dayne, os Giants chegaram à linha de 17 jardas do campo de ataque, com 4 segundos restantes no primeiro quarto.

O início do segundo quarto se deu num field goal de 37 jardas convertido por Daluiso. Num drive sem sucesso, os Eagles devolveram a bola e, a partir daí, os turnovers dominariam o quarto. Chegando à linha de 28 jardas do campo de ataque no drive seguinte, os Giants apostaram no jogo corrido de Dayne, que já havia conquistado 22 jardas terrestres na campanha, mas o jogador sofreu fumble forçado e recuperado pelo DT Hollis Thomas. Depois de mais duas jogadas sem sucesso de ambas as equipes, Philadelphia se encontrava na linha de 38 jardas do campo de defesa e McNabb foi sackado por Michael Strahan, sofrendo fumble, que foi recuperado pelo defensive end Cedric Jones na linha de 27 jardas. Na sequência, numa primeira para 10 na linha de 14 jardas, Tiki Barber recebe o handoff, é tackleado pelo safety Damon Moore e sofre fumble, recuperado pelo próprio Moore. No drive seguinte, numa segunda para 10 na linha de 26 jardas do campo de defesa, McNabb lança para Torrance Small mas é interceptado pelo cornerback Jason Sehorn, que retornou para 32 jardas e touchdown, dando aos Giants a vantagem de 17-0. Com 30 segundos por jogar no primeiro tempo, os Eagles saíram do zero num field goal de 28 jardas convertido por Akers.

Depois uma campanha sem sucesso por parte dos Giants e duas por parte dos Eagles, Philadelphia devolveria a bola num punt cobrado por Sean Landeta. No retorno, o jogador do Giants é tackleado por Damon Moore e sofre fumble, recuperado pelo long snapper dos Eagles, Mike Bartrum na linha de 32 jardas do campo dos Giants. Com McNabb conectando passes com o running back Chris Warren, os Eagles chegaram à linha de 12 jardas do campo de ataque, onde Akers desperdiçou um field goal de 30 jardas. Os Giants aumentariam sua vantagem já no último quarto, num field goal de 25 jardas cobrado por Daluiso. Os Eagles perdiam novamente por 17 pontos, mas a reação veio tarde demais. McNabb lança para Torrence Small para 10 jardas e touchdown com 2 minutos por jogar no último quarto. Fim de partida: New York Giants 20-10 Philadelphia Eagles.

Com a derrota, os Eagles se despediam da temporada e, mais uma vez, adiavam o sonho da conquista do Super Bowl. Já os Giants, seguiam em busca do seu terceiro título e atropelaria o Minnesota Vikings no NFC Championship Game (41-0). Na sequência, perderia para o Baltimore Ravens no Super Bowl XXXV (34-7).

Shares