Na memória

Na memória: Giants vs Falcons

Generated by IJG JPEG Library

Domingo, 8 de Janeiro de 2012. Na oportunidade, o New York Giants recebia o Atlanta Falcons em partida válida pelo wild card nos playoffs da temporada 2011 da NFL. Os Giants fariam, no MetLife Stadium, sua última partida diante de seus torcedores naquela temporada, já que se perdessem estariam fora, e se vencessem só jogariam fora de casa, à medida que avançassem na competição.

A chegada de New York aos playoffs foi considerada por muitos um milagre, com uma vitória na Semana 17 sobre o Dallas Cowboys (31-14), que também brigava pela classificação. Os Giants terminaram a temporada regular em primeiro na NFC East, com 9-7, seguido de Philadelphia Eagles e Dallas Cowboys, ambos com 8-8. Já os Falcons ficaram em segundo na NFC South, com 10-6, suficiente para a equipe conquistar uma vaga de wild card.

Mais de 79.000 pessoas foram ao MetLife Stadium para acompanhar a partida, e viram um primeiro quarto marcado por campanhas mal-sucedidas e vários punts. O placar só seria inaugurado no segundo quarto, quando Eli Manning comete um intentional grounding dentro da sua end zone, caracterizando o safety, e os Falcons ganharam dois pontos e a chance de iniciar mais um drive. Os Falcons tentaram, mas esbarraram na forte defesa dos Giants e logo tiveram que devolver a bola. Fair catch pedido por Will Blackmon na linha de 42 do campo dos Giants, onde a equipe da casa iniciaria seu próximo drive. A dupla de running backsAhmad Bradshaw e Brandon Jacobs funcionou muito bem, levando os Giants até a linha de 4 jardas do campo de ataque, com direito a uma bela corrida de 34 jardas de Brandon Jacobs. Para delírio da torcida, Eli Manning encontra Hakeem Nicks na end zone, que faz a recepção para touchdown, virando a partida para os Giants. Depois de mais 2 punts, um para cada lado, os Falcons receberam a bola com 1:13 por jogar. A equipe de Atlanta levou a bola até a linha de 45 jardas do campo de defesa, mas não havia mais tempo. As equipes foram para os vestiários com a vitória parcial dos Giants, 7-2.

No terceiro quarto a bola começaria com os Falcons. A equipe iniciou sua campanha da linha de 20 jardas, avançou até a linha de 30, mas se viu novamente cobrando o punt. Os Giants iniciaram seu drive na linha de 24 jardas, depois do retorno de 4 jardas de Blackmon. Com Eli Manning conectando passes para Hakeem Nicks e Victor Cruz, e com corridas de Bradshaw, a equipe de New York chegou novamente à linha de 4 jardas do campo do adversário. Depois de falharem na tentativa de anotar o touchdown, restava apenas ofield goal de 22 jardas que Lawrence Tynes cobrou e converteu, aumentando a vantagem do time da casa. O drive seguinte do Atlanta Falcons acabou na linha de 21 jardas do campo de ataque, quando o time tentou uma quarta descida e falhou. Na terceira para 3 , Eli Manning completa passe curto para Hakeem Nicks, que quebra tackles e corre para 72 jardas e touchdown. A situação tinha ficado complicada para os Falcons e ainda ficaria pior. No primeiro drive do último quarto, com boas corridas de Bradshaw e Jacobs, e passes de Eli Manning para Bradshaw, Jacobs e Travis Beckum, os Giants chegaram até a linha de 27 jardas do campo de ataque. Na sequência, Eli Manning completou passe para Mario Manningham para 27 jardas etouchdown. Os Giants tinham agora 22 pontos de vantagem, que poderia ser de 25 pontos, mas Tynes ainda erraria um field goal de 32 jardas com 3:02 por jogar no último quarto. Fim de partida: New York Giants 24-2 Atlanta Falcons.

Com a vitória, os Giants se despediram de seus torcedores com chave de ouro. A equipe teria pela frente grandes desafios e muitos não acreditavam na força do Big Blue. Na sequência enfrentaríamos o Green Bay Packers no gelado Lambeau Field, com vitória dos Giants por 37-20. Ainda desacreditados, enfrentaríamos e venceríamos o San Francisco 49ers no Candlestick Park, 20-17 no OT, que garantiu nossa ida ao Super Bowl XLVI, disputado no Lucas Oil Stadium, em Indianapolis. Vitória dos Giants sobre o favorito New England Patriots, 21-17, conquistando seu quarto título de Super Bowl. Uma temporada que nunca vamos esquecer!

Shares