New York Giants

8 impressões sobre o primeiro dia de Minicamp

Photo by MAdison.com

Depois de algumas levas de atividades voluntárias, o New York Giants deu início, na terça-feira, dia 12 de junho, aos treinamentos obrigatórios do time, que tem a sua primeira fase nesse minicamp de três dias. O que isso quer dizer? Que a preparação da equipe para a temporada 2018/19 foi oficialmente iniciada.

Depois de um ano conturbado e uma offseason de muitas mudanças importantes, os jogadores do Big Blue mostraram comprometimento com a franquia desde o começo dos treinos voluntários, já que a maioria deles, inclusive as grandes estrelas da equipe, estiveram presentes. Isso possibilitou que o time se organizasse antes e já começasse a fase obrigatória dos treinos com uma certa intensidade e maior organização. Talvez por esse motivo, as atividades de ontem já foram cheias de momentos significativos. Vamos aos pontos mais importantes:

1. Eli Manning está com tudo

Durante as atividades voluntárias, já se via um Manning mais confortável com o estilo de ataque que Pat Shurmur e Mike Shula trouxeram para o time. Ao contrário de McAdoo e cia, a nova comissão técnica trabalha em cima das melhores qualidades de Manning: play action e passes intermediários e/ou profundos.

Ontem, no primeiro dia de treino obrigatório, pudemos ver um Eli Manning de atitude e muito confortável em sua posição. Ele distribuiu a bola entre os alvos possíveis, desde Saquon Barkley e Shane Smith até o wide receiver Alonzo Russel, com potência e precisão. O destaque fica para o touchdown lançado para Cody Latimore na redzone, depois do receiver performar uma rota fantástica, deixando seus marcadores para trás.

2. Odell Beckham está de volta…

… QUASE 100%, já que ele pediu para que o time não anunciasse ainda que ele está liberado para treinos integrais com o restante dos jogadores, já que quer ir com calma na recuperação de sua lesão.

Nas atividaes voluntárias, Beckham treinou apenas individualmente com os técnicos e preparadores físicos, sem participar dos drills mano a mano com seus companheiros e de exercícios de passe.

Ontem, no entanto, ele foi para o campo de treinamento para performar rotas e receber lançamentos. Assim, pela primeira vez desde a semana 5 da temporada 2017, nós vimos OBJ receber um passe de Manning. Importante deixar anotado que, mesmo voltando de lesão, a velocidade de Beckham e seus cortes em rotas continuam afiadíssimos, assim como seu preparo físico. É difícil encontrar atletas tão completos e disciplinados como o nosso #13!

Mas, para previnir danos, OBJ preferiu continuar fora dos drills da equipe, indo treinar individualmente nas laterais quando chegou o momento desse tipo de atividade.

3. A linha ofensiva parece estar definida

E sim, ela contém Ereck Flowers, mas em uma posição diferente e com atuações diferentes. Muito provavelmente essa será a última chance do garoto tomar jeito e se manter no Giants, e muito francamente, em toda a NFL.

A linha ofensiva da equipe se mantém a mesma que foi utilizada nas práticas voluntárias, ou seja:

Nate Solder, como LT
Will Hernandez,como LG
Jon Halapio, como C
Patrick Omameh, como RG
Ereck Flowers, como RT

No começo dos treinos voluntários, tivemos algumas rotações entre Halapio e Hernandez por Brett Jones e Patrick Omameh, mas nas três partes finais das OTAs, a formação utilizada ontem (descrita acima) foi utilizada como a titular. Dado o fato de que esse era o maior problema de toda a equipe, uma definição assim logo no começo dos treinos oficiais pode ser algo muito vantajoso.

4. Landon Collins já participa de drills

Depois de passar por duas cirurgias no braço, a segunda delas em abril deste ano, Collins participou ontem dos drills 7×7. Mas quando o time passou para o time completo 11×11, Collins se juntou ao companheiro OBJ nas sidelines para atividades individuais. Não tem motivo para apressar a volta dos dois no Minicamp, sendo que temos todo o Training Camp pela frente.

5. Defesa titular que está sendo utilizada

Aqui está a estrutura defensiva que Brettcher colocou em campo ontem:

BJ Hill, Snacks e Tomlinson na frente. Olivier Vernon, Goodson, Ogletree e Martin mais atrás. Adam e Riley como safeties (os dois brigam pela posição de titular com Darin Thompson, também lesionado, ao lado de Collins, que ainda está em recuperação) e Apple e Jenkins como corners.

6. Shane Smith continua a impressionar

O fullback sabe que se jogar bem, terá espaço no tão poderoso-no-papel ataque do NYG, já que Bettcher e Shula querem utilizar essa posição de maneira mais criativa, tanto em passe como bloqueio. Por isso, ele tem dado o seu melhor nos treinos e ontem até impressionou a todos com uma recepção de uma mão só.

7. BJ Hill deixou Will Hernandez para trás

Em um embate de segunda e terceira escolha de draft, respectivamente, Will Hernandez foi driblado por BJ Hill, que teria um sack para sua conta caso o contato estivesse permitido no treino de ontem. Depois de uma jogada de corpo e um inside spin sensacional, Hill só tinha Manning pela frente.

Apesar de ter sofrido o drible, Hernandez também vem se mostrando um monstro nos treinamentos. É como dizem, né? Iron sharpes iron.

8. Barkley não pode ser contido

Até agora, ninguém conseguiu bater a primeira escolha do draft da equipe em coberturas mano-a-mano. Goodson, Gay e mais alguns outros tentaram. Todos falharam. E falharam miseravelmente, não parece nem ser justo o embate em campo.

Sabe o que isso significa? Defesas adversárias tendo que esolher entre dobrar a cobertura em Barkley ou em OBJ. Você gostaria de ter essa tarefa?

Essas foram as impressões do primeiro dia de treino obrigatório do Big Blue! Qual desses pontos te deixou mais animado para a temporada? Deixe sua opinião aí nos comentários.

Shares