Fala galera do Giants Brasil! Beleza? Faltam 70 dias, 10 semanas para o início da temporada regular de 2019! A nossa primeira partida será contra um rival de Divisão, o Dallas Cowboys, no AT&T Stadium, no Texas. E antes da temporada começar, que tal darmos uma olhada geral no que os nossos rivais estão fazendo?



Antes de tratarmos das movimentações rivais, gostaria de deixar aqui algumas curiosidades sobre a NFL e a nossa Divisão, a NFC East.

Como muitos de vocês já sabem, o formato atual da NFL teve início em 2002 após a criação do Houston Texans e a redistribuição dos times nas atuais Divisões. Até 2001, a Liga era formada por 31 equipes e distribuida em 2 Conferências com Divisões cada uma (Leste, Oeste e Centra) e cada Divisão possuía um total de 5 clubes, exceto a AFC Central que possuía 6 equipes.

Após 2002, dentre as mudanças que ocorreram, o Arizona Cardinals saiu da Divisão NFC East e passou a integrar a NFC West e, desde então, apenas uma única vez o campeão da Divisão repetiu-se em anos seguidos, foram os Eagles entre 2002 e 2004 (eles também ganharam em 2001 com a antiga configuração da Liga). De lá pra cá, nunca mais um time conseguiu defender o título do ano anterior e em 2019 este desafio está nas mãos dos Dallas Cowboys. Que não consigam!

Outra curiosidade interessante é que a NFC East é a única Divisão onde todos os times venceram o Super Bowl. Dallas Cowboys tem 5 conquistas (1972, 1978, 1993, 1994 e 1996), New York Giants é o segundo com 4 conquistas (1987, 1991, 2008 e 2012), em terceiro aparece o Washington Redskins com 3 títulos (1983, 1988 e 1992) e por último o Philadelphia Eagles com o Super Bowl de 2018.

Mas, vamos ao ponto, a preparação dos nossos rivais.

Dallas Cowboys (5 títulos da NFC East desde 2002)

Depois que Dak Prescott foi alçado ao posto de Franchise Quarterback, os Cowboys vencerm 1 partida de Playoffs e estão buscando sua afirmação como equipe candidata ao Super Bowl. Para isso trouxeram Amari Cooper por uma escolha de primeira rodada além de mudarem seu staff em duas posições chaves. Promoveram Kellen Moore para Coordenador Ofensivo e trouxeram Jon Kitna para ser o técnico de Quarterback. Contam também com as voltas do Running Back Ezekiel Elliot e do Center Travis Frederick.

Washington Redskins (2 títulos da NFC East desde 2002)

Após um ano para se esquecer (muito devido à lesão de Alex Smith, que não jogará em 2019) onde o título da Divisão era praticamente certo, os Redskins se reforçam com 2 ex-Giants. O mito Ereck Flowers e Landon Collins estão, neste momento, no roster de Washington. Resta saber se eles estarão ativos em setembro. Além deles, os Redskins trouxeram o Quarterback Kase Keenun, ex Broncos e draftaram o também Quarterback de Ohio Dwayne Haskins. A grande pergunta que fica é: será que a linha ofensiva irá proporcionar uma proteção adequada ao Quarterback titular? O excelente Left Tackle Trent Williams não compareceu ao minicamp, Flowers é uma incógnita como Left Guard. Além disso, ataque terá que provar muito esta temporada. Apesar dos dois bons Tight Ends que a equipe possui, o corpo de recebedores é uma imensa incógnita e o seu principal Running Back está voltando de lesão. Será uma temporada bem difícil para o Washington Redskins.

Philadelphia Eagles (7 títulos da NFC East desde 2002)

Talvez os Eagles sejam o time mais estável e consistente da Divisão atualmente. Se Carson Wentzz conseguir jogar uma temporada inteira, a saída de Nick Foles não será sentida. Wentz é um Quarterback de Elite e tem ao redor dele as armas ofensivas corretas para buscar mais um Super Bowl para a franquia. O grande desafio na Philadelphia é saber se a secundária do time é capaz de fazer uma cobertura resistente e deixar seu corpo de Pass Rushers mais tranquilo para fazer o seu melhor jogo defensivo. Portanto, a responsabilidade recai sobre as 4 peças chaves da secundária dos Eagles: Malcolm Jenkins, Ronald Darby, Rodney McCleod e Sidney Jones

New York Giants (3 títulos da NFC East desde 2002)

Sem dúvida alguma as saídas de Olivier Vernon, Odell Beckham Jr. e Landon Collins enfraqueceram e muito o time dos Giants. Trouxemos bons nomes, como Golden Tate, Antoine Bethea e Jabril Peppers durante a offseason. Mas, o maior questionamento foi o Draft de Daniel Jones. Com muitas opções para a escolha número 6, ficamos com o Quarterback de Duke o que frustrou quase que todos os torcedores do lado azul de Nova Iorque. Trouxemos outros bons nomes no Draft 2019 como Dexter Lawrence e DeAndre Baker, mas, será que eles serão suficientes para nos entregar uma boa temporada em 2019? Só saberemos em dezembro.

E para vocês, caros leitores. Quais são os pontos fortes e fracos dos times da NFC East? Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais!


Clique e garanta seu ingresso com desconto!