Com MUITA EMOÇÃO e lances dignos de um jogo para entrar na história dos torcedores, o New York Giants derrotou o San Francisco 49ers no Sunday Night Football por 30 a 27, com um touchdown de Larry Donnell faltando apenas 26 segundos para o fim da partida.



O time sofreu com lesões e quase perdeu o jogo no último quarto, mas uma atuação clutch do quaterback Eli Manning, do running back Shane Vereen e do tight end Larry Donnell, além do sacrifício de Odell Beckham Jr., que mesmo lesionado voltou para o campo nas últimas jogadas e conseguiu uma falta de interferência de passe, o Big Blue conseguiu a virada e garantiu a liderança da NFC East, sendo o único time da divisão acima de .500.

  • Lesões prejudicam o time

Antes de começar a partida, os Giants já tinham muitos problemas de lesões, principalmente na defesa. Sem os LBs Devon Kennard e Jonathan Casillas, o time levou apenas quatro jogadores para a partida. Também não jogaram os DEs Robert Ayers e George Selvie. No ataque, a ausência principal ainda foi de Victor Cruz.

Logo no começo da partida, mais uma notícia ruim. Após um choque de capacete com capacete entre o LB Jon Beason e o RB Carlos Hyde, o defensor dos Giants levou a pior e precisou deixar a partida com uma concussão, deixando os linebackers sem jogadores para fazer a rotação, o que sobrecarregou Uani’ Unga, Mark Herzlich e JT Thomas. Para piorar, o safety Brandon Meriweather perdeu parte do terceiro e quarto quartos sentindo uma lesão, mas voltou para os drives finais.

No ataque, após marcar o touchdown que deixou os Giants com 20 pontos no placar, Odell Beckham Jr. sentiu dores no músculo da coxa (hamstring) e precisou deixar a partida. Pouco tempo depois, Reuben Randle com o mesmo problema também deixou o jogo.

Neste momento, os Giants tinham como opção para WR, o veterano Dwayne Harris e os calouros Geremy Davis e Myles White, com o time perdendo a partida por 27 a 23 e precisando do touchdown nos dois minutos finais para virar o jogo.

  • Shane Vereen finalmente mostra a que veio

Contratado como arma para o jogo corrido e aéreo, Shane Vereen ainda não tinha mostrado nos Giants a versatilidade que o valorizou nos Patriots. Neste domingo ele finalmente encontrou o ritmo que precisava com Eli Manning. Vereen foi o jogador que mais passes recebeu (oito para 86 jardas e um touchdown) e foi importante principalmente no drive final, no qual recebeu dois passes para mais de 30 jardas. No jogo corrido também teve impacto. Enquanto Rashad Jennings correu onze vezes para 46 jardas (média de 4.2 jardas por carregada), Shane Vereen teve cinco carregadas para 24 jardas (média de 4.8 jardas por carregada). Ambas as médias foram muito boas, apesar do baixo número de carregadas e de mais uma vez o time não ter passado das 100 jardas terrestres.

  • Eli Manning tem atuação de gala

Considerado um dos quaterbacks mais clutch da NFL, Eli Manning não tinha uma atuação como a deste domingo há algum tempo. O quaterback acertou 41 passes em 54 tentativas (maior marca da carreira) para 441 jardas, três touchdowns e uma interceptação. Apesar de ter cometido alguns erros primários durante a partida, como a INT lançada no final do primeiro tempo, e alguns passes muito altos ou muito baixos, o QB foi decisivo e conduziu o ataque à pontuações em quase todos os drives (apenas dois foram necessários o punt e um que terminou em interceptação).

No drive final, correu com a bola, recebeu pancadas, conectou bons passes com Shane Vereen, quase lançou outra interceptação (o defensor pegou a bola, mas ela bateu no chão) e fez um lindo passe milimétrico para o TD final de Larry Donnell, que mesmo com marcação dupla de NaVorro Bowman e Antoine Bethea, conseguiu segurar a bola com firmeza e cair dentro da End Zone, para decretar a vitória emocionante do time.

  • Próxima partida

Como na NFL não existe caminho fácil para o Superbowl, na próxima semana os Giants enfrentam uma batalha contra os rivais de divisão Philadelphia Eagles, em Philly, no próximo Monday Night Football. O adversário está com recorde negativo (2-3), mas teve uma partida impressionante contra um combalido New Orleans Saints, na vitória por 39 a 17, em casa. Um triunfo neste jogo colocará os Giants com duas partidas de frente para o Dallas Cowboys, adversário da semana seguinte no MetLife Stadium, o que pode deixar o Big Blue em situação confortável na briga pelo título da divisão.

Placar Final: New York Giants 30 vs 27 San Francisco 49ers
*Melhores momentos, aqui.


Clique e garanta seu ingresso com desconto!