Enfim, depois de um longo tempo de espera temos a volta da NFL, Giants e Bills se enfrentaram pelo Hall of Fame Game, jogo que abre a pré-temporada. Para os Giants foi o primeiro teste do novo sistema ofensivo implantado pelo novo coordenador Ben McAdoo. Os jogadores sempre tem dito que estão gostando do novo sistema, porém o que foi visto nos treinamentos é que ainda há muito o que melhorar. Será importante também pelas várias estreias de jogadores que chegaram a equipe nesta temporada.



Diferente do normal, os titulares jogaram um pouco mais do que apenas o primeiro drive ofensivo da partida, algo que geralmente só acontece nos últimos jogos da pré-temporada. Os Giants começaram com a bola, e logo no começo já percebemos as diversas movimentações dos jogadores antes do início das jogadas e utilizando muitas jogadas com screens com Jenningsque só conseguia avanços desta forma, já que correndo com a bola batia na parede que era a linha defensiva dos Bills – algo que havíamos falado em um post recente sobre as novas tendências do ataque de McAdoo.

Logo no segundo drive ofensivo dos Giants, Eli Manning sofreu um sack e perdeu a bola e os Bills abriram o placar em um field goal anotado por Dan Carpenter.

Depois de sofrer com a execução das jogadas de ataque, os Giants fazem um lindo drive, comandados pelo jogo corrido com Jennings e o rookie Andre Willians, uma campanha longa que termina com um touchdown em uma corrida de 3 jardas de Willians. Brown converte o extra point e coloca os Giants a frente deixando o placar 7 a 3 já no final do primeiro quarto.

O segundo quarto se inicia com Tuel no lugar de EJ Manuel como quarterback dos Bills, e, em sua primeira campanha ele consegue um touchdown em passe para o WR Woods. Nossa linha defensiva incomodou muito EJ Manuel com passes desviados, mas não conseguiu chegar perto de Manuel e de Tuel, Jason Pierre-Paul e Kiwanuka não conseguiram nenhum sack na partida.

Assim como os Bills, os Giants entraram para o drive seguinte já com Nassib no lugar de Manning, e com Willians no lugar de Jennings. E em sua primeira campanha, os dois levaram os Giants até o campo de ataque, porém a equipe teve de se contentar com um FG de 47 jardas anotado pelo kicker McManus – todos os repórteres que frequentam os treinamentos se dizem espantados com o talento e a força de McManus – e com isso Giants e Bills ficam empatados em 10 a 10.

Na última jogada do segundo quarto, os Giants interceptam Tuel na end zone com Bowman depois de boa campanha do ataque dos Bills e o jogo vai para o intervalo empatado em 10 a 10. Logo na volta do 3° quarto, os Bills já com Lewis como quarterback sofrem outra interceptação, novamente Bowman dentro da end zone depois de um passe longo tentado por Lewis. Nassib em seguida comete um erro ridículo ao lançar a bola na mão do LB dos Bills, por sorte a jogada é anulado devido a uma falta. Apesar deste erro, Nassib fez uma bela partida, mostrando segurança no pocket, ótimo trabalho de pés, e boa precisão nos passes. Uma evolução muito grande desde a pré-temporada passada.

Os Giants agora dão chance a Hillis como RB, o veterano começou mal, porém depois mostrou por que é um dos jogadores confiáveis do elenco, conseguindo boas corridas e fazendo bons bloqueios para Nassib. Entretanto, quem passa a frente são os Bills com um field goal de 51 jardas convertido por Carpenter, deixando o placar 13 a 10 para os Bills já perto do fim do terceiro quarto.

No último quarto, os Giants conseguem passar a frente em uma bela jogada de Nassib, o quarterback soltou o braço e achou o WR Washington para anotar um touchdown de 73 jardas e dando números finais a partida. Logo depois Curtis Painter e Michael Cox entraram na equipe e comandaram um drive que gastou bem o relógio, mas no fim não modificou o placar. Coube a defesa pressionar e sackar Lewis duas vezes e não possibilitar que o ataque dos Bills marcasse.

Foi um jogo de pré-temporada, não valia muita coisa, sendo o mais importante era não haver nenhuma lesão que comprometesse a equipe. Mas no fim foi um bom jogo, o novo sistema ofensivo foi bem no seu primeiro desafio, mas sabemos que muita coisa ainda há de melhorar, principalmente em relação a Eli Manning, que apesar de bons números (6/7 para 43 jardas) não pareceu totalmente à vontade em campo. Bom também foi ver os jovens jogadores tendo uma boa apresentação como Andre Willians (7 carregadas para 48 jardas), Nassib (7/12 para 139 jardas e um TD) e o WR Marcus Harris (4 recepções para 49 jardas).

No lado defensivo, apesar de diversas blitz, não conseguimos pressionar o quarterback adversário no início do jogo, mas vimos boa partida do DE Moore e do DT Hankins, além de um jogo sólido de Cooper Taylor e Brehe na secundária. E você, o que achou dessa primeira partida do Giants?

Placar Final: New York Giants 17 x 13 Buffalo Bills
*Melhores momentos, aqui.


Clique e garanta seu ingresso com desconto!