Os Giants foram a Jacksonville visitar os Jaguars na tarde deste domingo. Duas equipes que vinham de derrotas seguidas (os Giants seis, os Jaguars quatro).



O primeiro tempo da partida foi marcado por chamadas ruins das duas equipes até que, perto do fim do quarto, Eli Manning (24/34 para 247 jardas e um TD) conduziu um bom drive junto com Rashad Jennings (26 corridas para 91 jardas e 2 TD’s) levando os Giants a marca de duas jardas da end zone no fim do quarto.

O segundo quarto começa com Jennings entrando na end zone e inaugurando o placar, Giants 7 a 0. Logo depois de os Jaguars não avançarem, os Giants novamente marcam com Preston Parker recebendo passe de Eli, Giants 14 a 0. Novamente o ataque dos Jaguars nada faz, nossa defesa continua com um grande trabalho parando Bortles e Robinson. Eli conduz outro bom drive, até que Jennings explode em uma corrida de 17 jardas pelo meio da defesa de Jacksonville, quebrando tackles e marca o seu segundo touchdown do dia, Giants 21 a 0. Então, perto do fim do segundo tempo, os Jaguars conseguem seu primeiro first down e, em boa campanha chegam na porta da end zone e marcam um TD, porém com uma falta da linha ofensiva o TD é anulado e eles ficam com o FG, Giants 21 a 3 no fim do primeiro tempo de jogo.

O terceiro quarto começa, e com ele vai embora o football dos Giants do primeiro tempo, tanto no ataque quanto na defesa. Os Jaguars recebem a bola e nada fazem e, logo depois do punt, Eli Manning é sacado por Hayes e sofre o fumble que é recuperado pelo LB Thomas dos Jaguars e retornado para touchdown, Giants 21 a 10.

Depois de alternarem posses de bola que não resultaram em nada, os Jaguars marcam outro TD. Em lindo passe de trinta jardas de Bortles para M. Lee (queimando a cobertura de Zack Bowman), os Jaguars diminuem a vantagem, a equipe ainda tenta uma conversão de 2PT e falha, Giants 21 a 16.  Os Giants recebem a bola em seguida e orquestram uma boa campanha até o fim do terceiro quarto com Eli Manning, porém, logo no início do último quarto, em uma terceira para quinze, o quarterback manda um passe curto para o TE Larry Donnell que sofre o fumble que é recuperado pelo LB Colvin dos Jaguars e retornado para touchdown, Jaguars 22 a 21.

O jogo se arrasta, as duas equipes não conseguem campanhas ofensivas e apenas trocam a posse de bola. Os Giants já não contam com Jennings que sente uma lesão e fica apenas acompanhando Willians lutando para conseguir uma jarda ou menos em campo.

Faltando seis minutos para o fim, Eli recebe a bola consegue levar o ataque até a linha de 33 jardas e Josh Brown devolve a liderança a equipe de New York faltando três minutos para o fim da partida, Giants 24 a 22. Então, o novato Bortles recebe a bola, e consegue um bom drive achando seus recebedores entre a defesa dos Giants e consegue posicionar o seu kicker Josh Scobee para anotar um FG faltando 32 segundos para o fim do jogo e dando a liderança aos Jaguars por 25 a 24.

Eli ainda recebe a bola na tentativa do drive da vitória, porém sem ajuda de sua OL, sofre um sack e fumble que é recuperado pelos Jaguars que apenas ajoelham na bola para garantir a vitória. Fim da partida, Jaguars 25 Giants 24.

Giants consegue a façanha de perder para os Jaguars, uma equipe que tem talento sim, porém é muito jovem, comete muitos erros, e vinham em uma temporada de experiência, porém os Giants parecem que acharam que não precisariam jogar no segundo tempo e, que poderiam marcam quando quisessem. A equipe de New York fica agora com uma campanha de 3-9 e os Jaguars ficam com 2-10 depois de tirarem uma desvantagem de 21 pontos no placar.

Jennings novamente mostra que faz muita falta aos Giants, sem ele em campo, as atenções ficam apenas em Eli e em Odell Beckham Jr. (7 recepções para 90 jardas), nossa equipe tem que procurar outro RB de nível elevado na offseason, e trabalhar muito Andre Willians para que no futuro ele possa ser um, pois ainda é um calouro e ainda tem muito o que evoluir. Nossa defesa fez muita pressão em Bortles durante todo o primeiro tempo, porém já no fim do segundo quarto, estava sem resposta para ele, o RB Robinson e os WR’s da equipe da Florida. Só as lesões não podem apenas ser as culpadas, devemos olhar no próximo ano uma forma de ter um plantel de qualidade, com peças de reposição que sejam próximas de profissionais do melhor futebol americano do mundo. O que resta agora é cumprir a tabela no restante da temporada e, se formos inteligente, daremos oportunidades a jogadores que fizeram por merecer, mas ainda não tiveram chance na equipe titular de forma efetiva, como DE Moore, WR Washington, e não ficar quebrando cabeça com veteranos que não evoluem mais como Kiwanuka e Ogletree. Enfim, para sempre Go Go Giants!!

Placar Final: New York Giants 24 x 25 Jacksonville Jaguars

*Melhores momentos: aqui.