No quarto jogo da pré-temporada encontramos nossos vizinhos, os Jets, para a “disputa” do Snoopy Bowl. Porém, nada importa mais neste jogo que uma boa apresentação do ataque dos Giants que vem sofrendo nos jogos da pré-temporada.



Os Giants começam recebendo a bola e conseguindo bons avanços. Temos neste drive a primeira recepção de Victor Cruz na temporada, porém, mesmo com boas corridas de Jennings não conseguimos a primeira descida e entregamos a bola para os Jets.

As equipes se alternam em alguns punts até que Geno Smith consegue um bom drive porém não conseguem o touchdown e ficam com o field goal anotado por Folk que coloca os Jets a frente por 3 a 0.

Mesmo com boas corridas de Jennings, a linha ofensiva não consegue segurar a defesa dos Jets e Eli não consegue completar passes para seus recebedores, o quarterback apesar de parecer mais a vontade no jogo, sofre com a proteção.

O segundo quarto se inicia com excelente drive dos Jets comandados pelo RB Cris Ivory e chegam ao TD com passe de Geno Smith para o TE novato Jace Amaro. Um drive também recheado de penalidades contra os Giants, nossa defesa tem sofrido muito – principalmente a secundária – com as faltas.

Nosso ataque continua sem engrenar, os Giants fazem 5 drives  que terminam em punts. Porém os Jets também não aproveitam as oportunidades e vamos para o Two-minute warning com os Giants iniciando o drive no seu campo.

Parecia que estávamos assistindo novamente nosso quarterback na sua melhor forma. Conseguindo bons passes para Cruz, Manning foi conduzindo o ataque nos dois últimos minutos do segundo quarto e tentando pontuar para diminuir a diferença no placar. Entretanto, em uma jogada forçada na lateral, Eli lançou uma interceptação nas mãos do CB Wilson dos Jets, com muita sorte os árbitros ao revisarem a jogada voltaram atrás e deram passe incompleto de Manning. Mesmo com esse deslize, Eli continuou levando o ataque e terminou com o quarterback lançando um lindo touchdown para Ruben Randle no lado esquerdo da End Zone. Final do primeiro tempo com os Jets vencendo por 10 a 7.

O segundo tempo de jogo começa com Vick substituindo Geno Smith. O ex-eagles em sua segunda jogada erra a entrega de bola para o RB e comete fumble que é recuperado por Demontre Moore. Com isso, Nassib entrou no jogo com a bola já na Red Zone dos Jets, e depois de algumas jogadas os Giants anotam o touchdown em passe de Nassib para o FB Henry Hynoski e passam a frente, 14 a 10 Giants. A resposta dos Jets não demora e em um drive comandado por Ivory e Johnson, os Jets anotam um TD com passe de Vick para Erick Decker e retomam a liderança, Jets 17 a 14.

Nosso ataque volta a campo mais não consegue avançar, e então nossa defesa aparece. Comandados por Damontre Moore, que consegue um lindo sack para cima do QB Sims – que substituiu Michael Vick – os Jets devolvem a bola para os Giants, e, faltando poucos segundos para o fim do terceiro quarto, Nassib solta uma bomba para o WR Preston Parker que deixa o CB para trás e recebe uma linda bola e só tem o trabalho de ir para a End Zone, Giants a frente 21 a 17.

O último quarto começa e os ataques não produzem muito, mas faltando dez minutos para o fim da partida, o quarterback Sims dos Jets acha o recebedor Salas na End Zone e volta a deixar os Jets a frente, 24 a 21. Mais então, o até apago RB rookie, Andre Willians, consegue um bom drive – com direito a uma corrida de 33 jardas – que termina com um touchdown do próprio RB ao marcar da linha de 1 jarda, Giants a frente com o placar de 28 a 24.

Então os Jets vão para o tudo ou nada, tentam e falham numa 4° descida e os Giants ficam com a bola em boa posição de campo, Nassib mais uma vez entra em campo e brilha. Com um belo passe de 31 jardas para o WR Corey Washington, o WR marca o touchdown e da números finais a partida, os Giants vencem o Snoopy Bowl por 35 a 24.

Apesar da vitória, até entrarmos no two-minute warning do segundo quarto nosso ataque estava deixando a desejar. Nossa linha ofensiva alternou durante todo o jogo, porém foi claro a todos que tiveram muitas dificuldades em proteger Eli Manning. Nosso quarterback teve bons números na partida (12-21 139 jardas e um TD lançado), porém sem proteção veremos mais do Eli no ano passado do que o Eli campeão que nos acostumamos a ver. E poderemos ter mais problemas, já que o OG Schwartz saiu carregado de campo com uma lesão no pé.

Jennings teve um bom jogo com 67 jardas em 13 carregadas, porém o mais importante, mostrou boa velocidade e agilidade ao achar espaços abertos pela linha ofensiva. Já o rookie Andre Willians que vinha tendo ótimas partidas na pré-temporada, teve muitas dificuldades em achar espaços para correr. Mesmo terminando com 49 jardas em 11 tentativas, é bom lembrar que 33 jardas vieram em uma única corrida.

Já entre os recebedores, Victor cruz se destacou com 4 recepções para 61 jardas, mas principalmente por enfim conseguir se desvencilhar dos CB adversários. Boa partida também de Preston Parker, o WR que veio do Bucs se mostrou bem entrosado com Nassib, assim como Corey Washington, que pelo 4 jogo seguido consegue uma recepção para touchdown.

E por fim, uma bela partida de Ryan Nassib para enfim, mandarmos para bem longe Curtis Painter. Como o Renato me disse após o jogo, podemos nos sentir seguros em uma situação de Nassib ter de substituir Eli em um jogo. O quarterback em seu segundo ano mostrou uma evolução fantástica, muito calmo no pocket, liderando os jogadores, chamando os audibles, e tendo boa leitura e precisão nos lançamentos. Nassib parece ter vários anos de NFL e não apenas um.

Na defesa, boas partidas de Damontre Moore, DRC, Jacquian Willians e do rookie Devon Kennard. Todos com participações importantes na partida. Único vilão que vem acompanhando nossa defesa são as faltas, muitas e muitas faltas, principalmente na secundária, Tom Coughlin toda entrevista toca neste assunto, colocando a responsabilidade maior na arbitragem, porém temos que fazer nossa parte também, da forma que está, vai ficar complicado na temporada regular.

Então é isso amigos torcedores, mais uma vitória conseguida pelos nossos reservas e vamos ao próximo desafio!

Placar Final: New York Giants 35 vs 24 New York Jets
*Melhores momentos, aqui.