Felicidade. Expectativa. Confiança. Otimismo. Sentimentos que nos cercam a cada começo de temporada. Sentimentos, esses, que de forma recorrente, nos últimos anos, têm se transformado em frustração, impaciência e incerteza após o fim da primeira partida.



Ontem não foi diferente. Embalados pela campanha do time na pré-temporada, nos enchemos de toda a felicidade, de toda a expectativa, de toda a confiança, de todo o otimismo. E ao ver o Matthew Stafford ajoelhando nos segundos finais de partida, só nos restaram as dúvidas e os questionamentos.

Estamos acostumados a sofrer a cada jogo, a cada jarda, isso é verdade. Mas é melhor sofrer quando o New York Football Giants honra o adjetivo que leva no nome. Vamos à análise!

A partida começa com o kickoff cobrado por Josh Brown. Já no primeiro drive vimos o tamanho da dor de cabeça que Stafford e Calvin Johnson dariam aos Giants no jogo. Depois de se livrar da cobertura de Dominique Rodgers-Cromartie e contar com a falha de Stevie Brown, o Megatron recebeu o passe e correu para a endzone, numa jogada de 67 jardas. A coisa ficaria pior na segunda posse dos Lions, quando o mesmo Calvin Johnson recebe na endzone e coloca o time à frente por 14 pontos. Detalhe que os dois touchdowns foram anotados em terceiras descidas. A 5 minutos do fim do período inicial, Stafford já tinha os melhores números de sua carreira em primeiros quartos, com 7 passes em 8 tentativas para 149 jardas e dois touchdowns. Os Giants haviam conquistado apenas um first down na partida, graças a uma falta da defesa adversária. O ataque não funcionava, a linha ofensiva continua apática, e a prova disso foi um Eli Manning sendo sacado pelo George Johnson. Vimos uma melhora significativa da defesa no final do período, quando conseguiram para o ataque de Detroit. No setor do special teams, dois lances importantes, os dois envolvendo Steve Weatherford. O primeiro num punt de 16 jardas, parcialmente bloqueado por Tahir Whitehead. O segundo, um punt em que ele levou uma pancada, o que fez com que os Giants continuassem com a posse de bola.

No segundo quarto, após o lance com o Weatherford e mais faltas da defesa de Detroit, os Giants tinham uma primeira para o goal. Três chamadas ruins e não conseguiram marcar, até que resolveram tentar a quarta descida e chegaram ao touchdown num passe de Manning para Larry Donnell. A defesa se acertou e conseguiu parar o jogo corrido de Reggie Bush Joique Bell. Em nova chance para os Giants, a equipe nada conseguiu. O jogo corrido não emplacava, sem tirar o mérito da defesa dos Lions, considerada a sexta melhor contra o jogo terrestre na última temporada. Victor Cruz Rueben Randle ainda não haviam feito nenhuma recepção, papel que coube a Donnell, Jennings e, em alguns momentos, a Jerrel Jernigan.

No primeiro tempo, os Giants conseguiram uma conversão de terceira descida em sete oportunidades. Já os Lions, que tiveram as mesmas sete oportunidades, converteram quatro, sendo duas delas para touchdown, e perderam 85 jardas em 8 faltas, contra 15 jardas em 2 faltas cometidas pelos Giants. New York conseguiu 75 jardas totais e Detroit 227. A grande preocupação foi quando Jason Pierre-Paul saiu de campo com suspeita de uma lesão no pescoço, o que não foi confirmado no raio-x, e ele voltou para o jogo, tendo uma boa participação.

Na volta do intervalo, vimos Eli Manning sendo interceptado por DeAndre Levy logo no primeiro drive, o que deixou os Lions numa ótima posição de campo. A defesa dos Giants continuava executando bem o seu papel, forçando os Lions a cobrarem dois field goals, de 28 e 27 jardas, respectivamente, com o rookie Nate Freese, que já havia desperdiçado um de 43 jardas no segundo quarto. Na sequência, Eli Manning foi interceptado novamente, desta vez por Glover QuinDetroit, que não tinha nada a ver com isso, ampliou sua vantagem com Stafford correndo para a endzone. O que vimos a seguir foi um Eli Manning abatido, sem reação, por vezes saindo do pocket, o que não é característico.

Já no último quarto, os Giants melhoraram num momento em que a secundária dos Lions estava repleta de reservas por conta de lesões dos titulares. Depois de duas false starts que prejudicaram o drive da equipe, Donnell apareceu novamente como boa opção, e os Giants chegaram ao touchdown numa corrida de 1 jarda de Jennings. Qualquer tentativa de reação seria abandonada quando o impecável Calvin Johnson conquistou mais dois first downs, e na sequência Joique Bell com o touchdown. Com uma conversão de dois pontos em passe de Stafford para Joseph Fauria, os Lions decretaram a vitória por 35-14.

De uma perspectiva geral, os Giants ficaram devendo muito e estão longe de ser o time que queremos ver em campo. Poucos foram os que se destacaram nesta primeira partida. Eli Manning ainda é uma preocupação para os torcedores. Claro que toda a culpa não deve ser jogada para ele, são tantos fatores. O novo esquema de ataque, a linha ofensiva, os receivers e, claro, sem tirar o mérito da defesa do Detroit Lions. Destaque para Larry Donnell com 5 recepções para 56 jardas e 1 touchdown e Rashad Jennings com 96 jardas combinadas (correndo e recebendo) e 1 touchdown. Vale citar, também, a boa participação de Prince Amukamara, principalmente em assistências. Eli Manning terminou a partida com 18 passes completos em 33 tentativas, 163 jardas, 1 touchdown e 2 interceptações.

Os Lions fizeram uma partida excelente e mostraram sua superioridade em campo do início ao fim. Destaque para Calvin Johnson, com 7 recepções para 164 jardas e dois touchdowns, Joique Bell, com 51 jardas em 15 carregadas e 1 touchdownGolden Tate, com 6 recepções para 93 jardas, DeAndre Levy, com 9 tackles e uma interceptação, e Glover Quin, também com uma interceptação, além de George Johnson, com 1,5 sacks. Matthew Stafford terminou a partida com 22 passes completos em 32 tentativas, 346 jardas e dois touchdowns.

É só o primeiro jogo da temporada. Ainda tem muito caminho a ser percorrido. Agora só nos resta esperar… esperar e torcer.

Placar Final: New York Giants 14 vs 35 Detroit Lions
*Melhores momentos, aqui.


Clique e garanta seu ingresso com desconto!