O novo ataque dos Giants que está sendo implantado pelo novo coordenador Ben McAdoo, era para ajudar a “recuperar” Eli Manning depois de sua performance desastrosa na última temporada. E talvez ele acabará conseguindo fazer isso, mas agora, com apenas um jogo de pré-temporada significativo faltando, o quarterback dos Giants não parece muito bem e não parece muito confortável.



Estamos na pré-temporada, e ainda é muito cedo para entrar em pânico – e Manning não poderia mesmo estar perto do seu melhor – mas seu desempenho até agora é certamente um motivo de preocupação. Ele completou apenas um de seus sete passes para míseras seis jardas na vitória dos Giants por 27-26 sobre os Colts no sábado. E esse desempenho veio sete dias após a sua performance de 0-2 contra os Steelers.

Com toda certeza, a amostra é muito pequena – nem mesmo seis quartos completos de trabalho nos Giants em três jogos -, mas ele só conseguiu um passe completo em 9 tentativas para seis jardas ao longo dos últimos dois jogos, em um momento em que ele deveria estar lapidando seu jogo no novo sistema. Sim, é um novo ataque e ele ainda está aprendendo as jogadas e o ritmo, mas no momento não há fluxo ou ritmo no ataque titular comandado por Manning.

Ele nunca disse que ia ser fácil. Mas até agora, ele não deveria estar melhor do que demonstrando até o momento?

Não, eu não me preocupo muito com isso“, disse Manning. “Obviamente, você quer ir lá e você quer jogar bem. Você sente capaz de encontrar conclusões e fazer as coisas bem, você tem que acreditar que pode. Mas você não pode ficar preocupado neste momento“.

Manning disse que ele tem visto algum progresso no ataque. Os jogadores reconhecem as chamadas na linha melhor do que eles fizeram nos primeiros jogos, e para ele, as jogadas tem se desenvolvido de forma mais rápida também. Ele também destacou três grandes jogadas que o ataque teve, que por erros não acabaram acontecendo, incluindo uma recepção de 50 jardas que terminou com um fumble de Victor Cruz e que também foi anulada por uma penalidade.

Eu acho que por alguns detalhes, nós não tivemos uma atuação aceitável, alguns detalhes em algumas jogadas que poderiam ter feito diferença“, disse Manning. “Essas jogadas nos levariam a mais jogadas, e isso ajudaria a criar um ritmo. Nós não tivemos muitos first downs, e isso nos atrapalhou, foi oportunidades perdidas que ajudariam a criar um ritmo desse ataque dentro dos jogos“.

Na verdade, a equipe titular não teve muitas oportunidades de jogar por longos períodos nos jogos. Com Manning no comando, o ataque teve apenas um drive consistente, e que foi totalmente desenvolvido com o jogo corrido e veio contra a defesa reserva dos Bills no jogo do Hall of Fame. Era esperado que McAdoo trouxesse para os Giants um novo e letal ataque, baseado na West Coast, algo que iria aumentar o ritmo e ainda obter o melhor de Eli, ajudando-o a chegar na marca de 70% dos passes completados. Porém, o único trabalho real que temos visto McAdoo fazer até o momento é manter este “novo” ataque em segredo, pois ninguém ainda o viu em campo.

Tom Coughlin na noite de sábado, disse que o ataque teve um: “desempenho muito mau. Não foi impressionante. Nós não estávamos assim“. Foi surpreendente, porque durante toda a semana os jogadores ofensivos falavam de como a melhora ofensiva da equipe viria com a chegada do novo sistema ofensivo trazido por McAdoo, quando ele estivesse totalmente instalado, o ataque da equipe seria um dos melhores da liga.

Em vez disso, continua a ser um trabalho em andamento – para se dizer o mínimo. Os titulares dos Giants abriram o jogo contra os Colts com dois drives que não conseguiram uma primeira descida. Jogadas comandadas pelos titulares se resumiram a uma interceptação lançado por Manning (anulada por uma penalidade de contato ilegal da defesa), um fumble sofrido por Cruz (anulado também por mais uma penalidade de contato ilegal) e uma penalidade de holding do LT Will Beatty. Somado todos os avanços da equipe titular, chegamos a 34 jardas, Manning completou um dos quatro passes que tentou que foi realmente uma jogada válida. Em nenhum momento Manning conseguiu um passe de mais de oito jardas.

Todos os torcedores esperavam que o ataque “quebrado” do ano passado tivesse sido deixado para trás. Entretanto, após três jogos na pré-temporada, parece que não deixamos para trás ainda.

Eu não sabia o que esperar“, disse Manning. “Eu não fazia ideia de quanto tempo demoraria para conseguirmos obter uma boa química ou para entendermos os novos sistemas, enfim, o tempo que precisava para fazermos funcionar”, completou o quarterback.

E agora, o que está errado, Manning e McAdoo têm apenas seis dias para corrigir de uma vez, até porque eles terão sua última ação significativa da pré-temporada na sexta-feira à noite contra os Jets. Em outras palavras, é o 4° quarto da pré-temporada para o quarterback dos Giants. E ele está começando-o de muito longe.

*Fonte, aqui.


Clique e garanta seu ingresso com desconto!