O dia era 2 de janeiro de 2005. Na oportunidade, os já eliminados New York Giants e Dallas Cowboys se enfrentavam, no Giants Stadium, em partida válida pela semana 17 da temporada 2004 da NFL.

Apoie o Giants Brasil e tenha benefícios exclusivos! Clique aqui e confira.

Clique aqui e compre seu ingresso com desconto e atendimento 100% em português!


Os Cowboys tiveram muitos problemas na temporada, principalmente no ataque, com uma linha ofensiva inconsistente e com um novo quarterback titular, o veterano Vinny Testaverde, que ganhou a vaga depois de Quincy Carter ser dispensado ainda no training camp. A equipe vinha para a partida com un 6-9 na temporada, tendo vencido o Washington Redskins na partida anterior.

Os Giants também não viviam uma boa fase, e de certa forma sofriam com o mesmo problema do rival. Após a derrota para o Arizona Cardinals na semana 10, o então rookie Eli Manning assumiu o lugar do veterano Kurt Warner como quarterback titular, apesar das 5 vitórias da equipe nas 9 partidas disputadas. Com Manning, os Giants vinham de uma sequência de 6 derrotas.

O kickoff foi dado pelo kicker dos Giants, Steve Christie. Depois de muitas trocas de punt no primeiro quarto, os Cowboys abriram o placar com um field goal de 40 jardas convertido por Billy Cundiff. A resposta dos Giants veio na sequência, no início do segundo quarto. Depois de um drive longo, com boas aparições do wide receiver David Tyree, o Big Blue chegou ao touchdown em um passe de 2 jardas de Eli Manning para o tight end Visanthe Shiancoe. Na campanha seguinte, os Cowboys tiveram a chance da virada, quando chegaram à linha de 22 jardas do campo de ataque. A equipe tentou fazer uma trick play, com o wide receiver Patrick Crayton lançando para a endzone, na direção do tight end Jason Witten, mas o passe acabou sendo interceptado pelo safety Curry Burns.

Depois de drives mal sucedidos por parte dos Giants, os Cowboys diminuíram e viraram o jogo com field goals de 24 e 45 jardas, respectivamente, convertidos por Cundiff. As equipes foram para o intervalo com a vitória parcial de Dallas por 9-7.

Os Giants receberam a primeira posse de bola no segundo tempo, depois do kickoff dado pelos Cowboys. A primeira campanha do Big Blue terminou com Eli Manning sendo interceptado pelo linebacker Dat Nguyen, já no campo de ataque. Administrando o tempo, Dallas soube aproveitar o turnover e chegou ao touchdown em um passe de 7 jardas de Testaverde para Witten, depois de um drive de quase 10 minutos.

A sorte dos Giants começou a mudar quando restavam 40 segundos por jogar no terceiro quarto. Em uma tentativa de big play de Eli Manning, o wide receiver Jamaar Taylor sofreu um pass interference, cometido pelo cornerback Lance Frazier, deixando o Big Blue em excelente posição no campo. Já no primeiro snap do quarto derradeiro, Manning lança para Tyree para 15 jardas e touchdown. Na campanha seguinte, também no primeiro snap, Testaverde é sacado pelo defensive end Osi Umenyiora e sofre fumble, recuperado por Reggie Torbor, linebacker dos Giants. A equipe da casa aproveitou o turnover e virou o placar em um passe de Eli Manning para Tiki Barber para 3 jardas e touchdown.

Mas, como é de costume em um duelo entre Giants e Cowboys, o final seria repleto de emoções. Depois de mais um drive longo, os Cowboys passaram à frente novamente, com uma corrida do running back Julius Jones (não confundir com Julio Jones, wide receiver do Atlanta Falcons) para 3 jardas e touchdown. Dallas ainda conseguiu uma conversão de 2 pontos, em passe de Testaverde para Witten, para forçar a prorrogação caso os Giants conseguissem um field goal.

Eis o cenário: os Cowboys venciam por 24 a 21 com 1 minuto e 49 segundos por jogar, e os Giants tinham apenas um timeout. Para aumentar ainda mais a tensão, Marcellus Rivers sofre fumble ao retornar o chute, recuperando a bola logo em seguida.

Com o incentivo da torcida, os Giants iniciaram o drive que terminou com a emocionante corrida de Tiki Barber para 3 jardas e touchdown, com 11 segundos restantes no relógio, dando a vitória ao Big Blue. Fim de partida: New York Giants 28-24 Dallas Cowboys.

Apesar de pouco valer, a partida rendeu algumas conquistas simbólicas para a equipe dos Giants. Foi nela que Tiki Barber chegou a 1.518 jardas na temporada, se tornando o jogador com mais jardas terrestres na história da franquia e também o jogador dos Giants com mais jardas terrestres em uma única temporada (recorde que ele voltaria a quebrar na temporada seguinte), ultrapassando Rodney Hampton e Joe Morris, respectivamente. E last but not least, a partida marcou também a primeira de muitas vitórias de Eli Manning nos Giants.