O plano pensado pelos Giants durante todo o ano passado era poder ter apenas dois quarterbacks no seu roster final. Porém, na temporada passada quando selecionaram Ryan Nassib, os Giants não conseguiram essa segurança, já que o quarterback mostrou um jogo inseguro, o que forçou a comissão técnica a ficar com três jogadores na posição – Sob o comando de Tom Coughlin foi a primeira vez desde a temporada de 2007.



Já na temporada de 2014 isso mudou. Os Giants puderam manter apenas dois quarterbacks no elenco. E essa mudança só foi possível devido à grande evolução do quarterback entrando em seu segundo ano na liga. E seu desenvolvimento foi percebido por Tom Coughlin, que em entrevista elogiou o backup quarterback:

Ryan Nassib fez grandes avanços. Eu acho que seus terceiro e quarto jogos da pré-temporada foram excelentes. Você vê melhoria definitiva. Você vê todo o trabalho que ele fez em campo”.

Por um tempo, Nassib permitia duvidas ao seu nível de jogo por determinadas decisões. Ele muitas vezes pareceu confuso nos OTA’s e mini-camp e até mesmo para a primeira semana do training camp.

No entanto, um dia pareceu que ele despertou, o ex-jogador de Syracuse ligou o sinal de alerta e se apresentou muito bem nos treinamentos, fazendo com que Coughlin o colocasse à frente do veterano Curtis Painter.

“Ele tem sido um aluno muito bom e aplicado. E ele tem levado tudo que aprendeu para dentro do campo”, disse Coughlin.

Não foi tudo um mar de rosas para Nassib na pré-temporada. Ele foi temporariamente rebaixado após o segundo jogo da pré-temporada da equipe (contra o Pittsburgh Steelers), em que ele completou 12 de 21 passes para 81 jardas e nenhum touchdowns.

Apesar disso, Nassib mostrou força e dedicação e deu a volta por cima, e acabou terminando muito bem seus jogos seguintes. Nos três jogos que vieram depois, ele terminou com 25 de 31 passes completados para 368 jardas e quatro touchdowns.

O que eu realmente gostei, é que ele teve um jogo de pré-temporada fraco e ele voltou com dois bons em seguida“, disse Coughlin. “Isso mostrou-me, ele não fez isso por sorte, ele fez isso através do trabalho“.

Certo mesmo é que todos torcedores esperam que os Giants não precisem acionar Nassib e que Eli Manning tenha mais uma temporada longe de lesões.

*Fonte, aqui.


Clique e garanta seu ingresso com desconto!