Com a proximidade da abertura da Free Agency, os Giants terão que tomar algumas decisões importantes com relação aos jogadores com contratos terminando. A lista é grande e algumas já foram tomadas, com os cortes do DE Mathias Kiwanuka, duas vezes campeão do SB com o Big Blue, e do RB Peyton Hillis.



Confira abaixo as decisões a serem tomadas:

Jason Pierre-Paul (DE) – A imprensa americana dá como certa a permanência do pass-rush pro bowl. Os Giants tentam um contrato longo, mas não está descartado o uso da Franchise Tag ou da Transition Tag. É a prioridade máxima do time.

Antrel Rolle (S) – É a segunda prioridade do Giants. Rolle é considerado um líder dentro dos vestiários e sua contribuição off-field é reconhecida pelo time, técnicos e torcedores. Após uma temporada de pro-bowl em 2013, passou um 2014 não tão bom, o que colocou dúvidas em torno da sua renovação. Estaria Rolle em declínio?

Stevie Brown (S) – A renovação de Brown vai depender do que acontecer com Rolle. Teve um início ruim de temporada, perdendo a posição para Quintin Demps, mas cresceu na segunda metade, justificando uma possível renovação.

Quintin Demps (S) – Um backup sólido. Conseguiu oito interceptações nas duas últimas temporadas, quatro em Kansas e quatro com o Giants. Além disto pode atuar como retornador, precisando apenas cuidar melhor da bola (sempre sofreu com fumbles na carreira). Deve renovar.

Zack Bowman (CB) – Entrou no lugar do Prince Amukamara após a lesão do titular e não decepcionou. É mais um backup sólido que os Giants devem buscar a renovação.

Henry Hynoski (FB) – Está nos Giants desde que entrou na liga por um motivo: é um dos melhores Fullbacks bloqueadores da NFL e se encaixa no estilo de jogo do técnico Coughlin. Deve renovar sem dificuldade.

Walter Thurmond III (CB) – Se destacou como Nickel em Seattle, conquistando o SB, e acabou sofrendo uma lesão logo na semana 2 que o tirou da temporada. Pelo potencial que tem, merece uma segunda chance para mostrar serviço e deve aceitar um pay cut para isso.

Jacquian Williams (LB) – Mesmo perdendo sete jogos por causa de concussão, ainda foi o terceiro do time em tackles (78). O setor é um dos mais problemáticos dos Giants e a renovação de Williams deve acontecer para dar opções para o setor, que deve ser reforçado na Free Agency e no Draft.

Spencer Paysinger (LB) – Contribuiu com o time no Special Teams e como backup do setor de Linebackers. Não é um primor de jogador e depende das movimentações da Free Agency para definir o futuro. Se o Giants buscar dois ou três LBs na FA e no Draft, ele deve ser cortado. Senão, permanecerá para criar Depth.

Daniel Fells (TE) – Atuou bem como bloqueador e apareceu como uma ameaça dentro da Red Zone, anotando quatro TDs em 16 recepções para 188 jardas. É mais um backup sólido que pode contribuir para melhorar os bloqueios do titular Larry Donnell. Somente correrá risco de ser cortado caso o Giants busque outro TE na Free Agency.

John Jerry (OL) – Bom backup que deve permanecer para manter Depth. Caso o Giants escolha um jogador de linha ofensiva, deverá ter poucas oportunidades de jogar.

Dispensáveis: James Brewer (OL), Chykie Brown (CB), Jerrel Jernigan (WR), Chris Ogbonnaya (RB),  Adam Snyder (OL) e Mike Patterson (DT).

*Fonte, aqui.


Clique e garanta seu ingresso com desconto!