Os dois primeiros dias do “Rookie Minicamp” do Giants já acabaram e conseguimos ver alguns dos novos jogadores mostrando seu potencial nos treinos e também nas coletivas de imprensa. Mas quais foram os destaques desses dois dias?



  • Daniel Jones

Como é esperado para uma primeira escolha no draft, Daniel Jones teve um ótimo começo em New York durante os treinos. Ele estava tranquilo, conseguiu fazer o seu treino e não caiu nas pegadinhas dos repórteres durante as entrevistas pós minicamp.

Sim, Jones lançou para uma interceptação no sábado que, na verdade, foi mais mérito de DeAndre Baker do que demérito de Daniel Jones. Além disso, ele teve outras varias jogadas boas durante o treino, mostrando uma boa força nos braços e também uma boa pontaria e precisão nas escolhas.

Assim como seu mentor Eli Manning, que não coloca a culpa nos colegas de times (mesmo quando eles merecem), Daniel Jones deixou claro que pode se tornar um bom líder em campo e mostrou também a mesma característica de Manning. Quando perguntando sobre o passe dropado de Slayton numa rota fácil, ele comentou que “certamente cometeu alguns erros durante o dia e que não estava lá para culpar ninguém” por outros erros.

Quando todos estavam terminando e indo embora, Jones ficou em campo estudando rotas sozinho e também com alguns recebedores que ficaram até um pouco mais tarde no treino. De modo geral, deixou todos os presentes mais tranquilos sobre a sua escolha e também sobre o seu futebol.

  • Outras escolhas

Dexter Lawrence é um rapaz gigantesco, forte e com muita habilidade, mostrando que pode impactar positivamente o time logo no inicio;

DeAndre Baker mostrou que é muito competitivo, que gosta de se colocar a prova em todos os momentos e, como dissemos acima, já captalizou sua primeira interceptação durante os treinos;

Julian Love foi testado em várias posições em campo (outside, slot e free safety) e mostrou que pode ser bem versátil e útil para o time;

Darius Slayton cometeu alguns erros, dentre eles, quatro drops em passes fáceis lançados por Jones.

Eric Dungey, o QB de Syracuse, foi bem elogiado por Pat Shurmur que, de modo indireto, deixou claro que gostaria de tê-lo no roster final devido as suas características que podem ser usadas por qualquer time da liga;

Corey Ballentine ainda está indo em funerais e também em vigílias, devido ao tiroteio que esteve presente e, em breve, estará apto a voltar aos treinos do time.

De modo geral, esses foram os principais destaques dos dois primeiros dias de rookie minicamp do Giants. Para vocês, Daniel Jones está tranquilizando a todos ou teremos dúvidas por muito tempo da sua capacidade de ser o próximo QFB do time? 😛


Clique e garanta seu ingresso com desconto!