A triste saga de Jason Pierre-Paul e o acidente de fogos de artifícios chega ao fim nessa quarta-feira. JPP teve um dedo da mão direita amputado devido ao acidente. 



Amputando o seu dedo foi uma decisão difícil, mas segundo os médicos isso simplificaria e aceleraria o processo de recuperação, de acordo com fontes, ele poderá retornar ao campo em dois meses. 

O Giants, que retirou a oferta de U$ 60 milhões em um contrato de longo termo com o jogador, ficou sabendo que JPP não tem a intenção e aceitar aquele acordo e não tem previsão de assinar nenhum tipo de contrato (até mesmo franchise tag) antes de se recuperar totalmente.

Rejeitando a assinar o “tender” com o time, JPP dá permissão ao time de colocá-lo na “Non-Football Injury List”, que garante o direito do time a não pagar seu salário em uma parte da temporada.

Essa decisão de remover seu dedo lembrou a história do Hall of Fame, Ronnie Lott, que amputou o seu dedo em Abril de 1986, o que permitiu o jogador de jogar mais 8 anos na liga.

Como DE, Jason Pierre-Paul, usa bastante as mãos e os dedos para conseguir bloquear o seus adversários e agora precisamos saber o quanto isso afetará o rendimento do jogador. Agora nos resta mandar boas energias ao jogador e a sua família!